Bitcoin está tendo melhor mês de janeiro desde 2014

Bitcoin está tendo melhor mês de janeiro desde 2014

Nesta quarta-feira (20), o Bitcoin (BTC) exibiu uma queda significativa que assustou investidores. Além disso, desde 2014, o mês de janeiro não é bondoso com o BTC.

Contudo, mesmo com todos os pontos contrários, a criptomoeda está tendo o melhor mês de janeiro desde 2014.

No momento da escrita desta matéria, o BTC acumula 20% de valorização no mês. A última grande valorização em janeiro ocorreu em 2013, quando ocorreu um avanço de 53%.

Até agora, tudo certo

O dado foi ressaltado pelo famoso trader SalsaTekila, que transformou 0,19 BTC em 8 BTC dentro de 3 semanas.

Em seu perfil no Twitter, ele publicou nesta quarta-feira:

“Bitcoin em US$ 34.750 está 20% acima do preço de abertura em janeiro.

Fatos engraçados (desde 2014, dados de fechamento):

1) A média de retorno em janeiro é -12%;
2) O pior retorno em janeiro foi -32%, em 2015;
3) O melhor retorno em janeiro foi +9%, em 2014.

Tô assustado? Cada um por si?”

SalsaTekila fala sobre histórico do Bitcoin
SalsaTekila fala sobre histórico do Bitcoin. Fonte: SalsaTekila/Twitter

Antes de 2014, a maior valorização do BTC ocorrida em janeiro foi de 51%. O salto ocorreu em 2013.

Desta forma, mesmo com a correção abrupta de 6% ocorrida nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, o Bitcoin segue firme no acumulado mensal.

No acumulado semanal, o BTC está quase negativo. Cotado a R$ 185.422,28, a criptomoeda está apenas 0,85% positiva:

Gráfico com a variação de preço do Bitcoin na última semana
Gráfico com a variação de preço do Bitcoin na última semana. Fonte: CoinMarketCap

Lateralização e possível queda

De qualquer forma, o BTC ainda tem 11 dias pela frente. Durante este período, tudo é possível — principalmente se considerada a atual lateralização.

Conforme ressaltado pelo analista Joseph Young, a faixa de preço na qual o Bitcoin está limitada tem diminuído. Tal fato cria uma pressão, levando a dois resultados.

O primeiro é uma pressão de compra explosiva, causando uma disparada no preço da criptomoeda. O segundo resultado, indo na direção contrária, pode causar uma dura queda no Bitcoin.

Assim, o BTC pode terminar janeiro de forma extremamente positiva, superando até mesmo o resultado de 2013. Entretanto, pode apagar a performance positiva exibida até agora.

Leia também: Analista otimista: sem dúvida, Bitcoin bate R$ 500 mil esse ano

Leia também: Bitcoin corrigiu: entenda o que está por trás da queda

Leia também: Especialista explica hacks no YouTube para golpes de criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil