Bitcoin deve começar ciclo de alta, mas Ethereum e altcoins superarão o BTC, diz Pantera Capital

Bitcoin deve começar ciclo de alta, mas Ethereum e altcoins superarão o BTC, diz Pantera Capital

A empresa de capital de risco Pantera Capital, focada em criptomoedas, acaba de lançar sua mais recente visão sobre o Bitcoin. Além da criptomoeda mais popular do mercado, a empresa também opinou sobre todo o mercado de criptoativos.

Bitcoin vai chegar a R$ 750 mil

Assim, em uma nota para os investidores, o CEO Dan Morehead se mostrou otimista com o Bitcoin. Ele revelou que espera que uma onda contínua de impressão de dinheiro impulsione o valor do BTC.

Assim, segundo ele, este fator fará com que investidores busquem ativos com suprimento fixo.

“Esse tsunami de dinheiro terá um grande impacto em muitas coisas. Em nossos mercados, parece inevitável que aumentará o preço de coisas de quantidade fixa, como Bitcoin. Se houver trilhões a mais de dólares em papel, a lei da oferta e demanda implica muito mais dinheiro em papel para comprar a mesma quantidade de criptomoeda.”

Com isso, segundo a Pantera Capital, o BTC chegará em R$ 750 mil em agosto do próximo ano.

Altcoins

Quanto ao mercado de altcoins, o codiretor de investimentos da Pantera, Joey Krug, destacou que várias moedas superaram os ganhos de 34% da BTC este ano.

Assim, ele enfatizou o aumento de 98% em 0x (ZRX), o aumento de 97% em Augur (REP) e o salto de 88% no Ethereum (ETH).

Portanto, os dados revelam uma tendência que a Pantera espera que continue em um novo ciclo de alta:

“Durante os mercados em alta de criptomoeda, esperamos que os ativos fora do BTC tenham desempenho superior.”

Krug ainda observou que, historicamente, as altcoins não se saíram bem até o final do ciclo de alta do BTC.

Alta no Bitcoin impulsiona altcoins

O investidor cita como exemplo o período de tempo entre o dia 1º de janeiro de 2016 e 31 de dezembro de 2016, quando a participação do mercado de Bitcoin caiu de 91% para 87%.

Porém, quando o BTC começou, de fato, a subir em 2017, sua dominação em mercado caiu para 38%.

Demonstrando assim que quando o Bitcoin ganha força em um movimento de alta as altcoins apresentam desempenho superior

“A implicação aqui é que, com o tempo, esperamos que a diferença de desempenho entre altcoins e o Bitcoin aumente ao longo do próximo ano, com as altcoins superando o desempenho”, disse.

Segundo Krug, é improvável que outro boom de ICOs aconteça, e as criptomoedas precisarão provar sua utilidade desta vez.

Leia também: O preço do Bitcoin não passará dos R$ 54.000 este ano, afirma Tone Vays

Leia também: Mineração de Ethereum fica 20% mais rentável nas últimas semanas

Leia também: Ethereum e Bitcoin superam performance do Ibovespa em 2020

Forex Crypto News: Cripto Facil