Bitcoin cai 5% durante a madrugada e fica abaixo dos US$ 7.000

Bitcoin cai 5% durante a madrugada e fica abaixo dos US$ 7.000

Depois de passar dias acima da zona dos US$ 7.000, preso entre US$ 7.200 e US$ 7.500, o Bitcoin escorregou quase 5% e voltou aos US$ 6.000. O escorregão ocorreu durante a madrugada desta sexta-feira, 10 de abril, e encerra a sequência de três dias do BTC acima dos US$ 7.000. O mercado de criptoativos seguiu a movimentação da criptomoeda dominante, com algumas altcoins apresentando duras perdas.

De acordo com dados obtidos pela ferramenta Coinmarketcap, o BTC teve uma queda de 4,86% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria, atualmente cotado a US$ 6.923,42. Desde o dia 07 de abril o criptoativo não ficava abaixo dos US$ 7.000, sendo a presente queda duplamente impactante: uma perda significativa de praticamente 5%, somada à perda da zona dos US$ 7.000. Mesmo apresentando uma alta intradia de US$ 7.341,45, a boa marca não foi suficiente para manter o Bitcoin flutuando. Seu volume de troca atual é de US$ 41,3 bilhões.

As perdas tomaram o top 10 como uma avalanche. Mesmo no dia do seu halving, o Bitcoin SV escorregou 11,42%, única perda de dois dígitos do grupo. Bitcoin Cash, Tezos e EOS também caíram bruscamente, com respectivas perdas de 9,22%, 7,74% e 7,71%. O restante do grupo exibiu quedas que ficaram entre 6,76% e 7,06%.

Quedas também ocorreram nos criptoativos do top 20, embora nenhuma perda de dois dígitos tenha aparecido. Cardano, Tron e Huobi Token escorregaram, respectivamente, 8,47%, 7,73% e 7,94%. Os outros criptoativos do grupo entraram em declínios de 3,93% até 6,94%.

Até o fechamento deste artigo, o valor total do mercado de criptoativos era de US$ 197,3 bilhões, US$ 12,4 bilhões a menos em relação ao dia anterior. A dominância do BTC está em 64,3%.

Leia também: Token lastreado em Bitcoin será lançado na blockchain da Tezos

Forex Crypto News: Cripto Facil