Bitcoin bate recorde com 66% de adoção do SegWit em 2020

Depois de bater o recorde de hashrate, o Bitcoin superou mais uma marca em 2020:  a adoção do SegWit. Agora, segundo dados do SegWit.Space, a adoção do protocolo atingiu até 66% de todas as transações de Bitcoin a partir de 04 de janeiro. O volume passou por um aumento significativo no final de 2019, saltando de cerca de 40% em setembro para quase 60% em outubro e agora registrando a marca de 66%.

Mesmo que os dados sejam diferentes em outros sites que monitoram as transações usando SegWit, como transacationfee.info e Woobull, que destacam um número menor, entre 59%, o registro histórico permanece, sendo o momento atual o maior em adoção histórica do sistema que, entre outros, deixa as transações do BTC “mais rápidas”. No Brasil, o recurso foi implementado pela exchange BitcoinTrade.

a adoção do SegWit

Projetado para aumentar a velocidade e a eficiência das transações de BTC e reduzir seu volume, o SegWit inicialmente viu uma implementação lenta. Os proponentes do Bitcoin argumentaram que as exchanges, relutantes em fazer um esforço para adotar a tecnologia, estavam colocando pressão desnecessária na rede Bitcoin. Grandes players do mercado como a Bitfinex já adotaram a tecnologia contudo outras exchanges como a Binance, ainda não possuem o SegWit ativado.

A gigante dos derivativos BitMEX , outro peso pesado do setor de negociações de BTC, adicionou suporte nativo do SegWit às suas operações no mês passado.

Leia também: BitMEX anuncia suporte ao SegWit para retiradas de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil