Banco Central da Holanda busca papel de liderança mundial no desenvolvimento de moedas digitais

Banco Central da Holanda busca papel de liderança mundial no desenvolvimento de moedas digitais

O banco central da Holanda (De Nederlandsche Bank – DNB) revelou sua ambição de ser um líder mundial no desenvolvimento de moedas digitais emitidas por bancos centrais (CBDC).

Em um boletim divulgado na terça-feira, 21 de abril,  o DNB disse que o uso de dinheiro em espécie está “claramente” em declínio na Holanda, o que significa que as pessoas estão usando menos dinheiro emitido pelo banco central para comprar coisas.

“Uma pergunta que naturalmente vem à mente é se os bancos centrais devem fornecer um novo tipo de dinheiro que esteja mais sintonizado com as necessidades de cidadãos e empresas”, explicou o DNB no boletim.

Diversidade nos meios de pagamentos

De acordo com o banco, uma CBDC poderia “promover a diversidade no mercado de pagamentos”, além de tornar os pagamentos internacionais mais eficientes. Talvez o mais importante seja que ele pode ajudar a “promover a confiança no sistema monetário em tempos de incerteza”.

A liberdade de trocar dinheiro de bancos comerciais por dinheiro do banco central é essencial de preservar, pois ajuda a manter a confiança essencial que as pessoas têm no sistema monetário, argumentou o banco. É por isso que, apesar dos riscos em potencial, o DNB diz ter “uma atitude positiva” em relação aos CBDCs.

O banco holandês também afirmou que se o Banco Central Europeu (BCE) decidir testar esse sistema – o BCE já anunciou a criação de uma prova de conceito de moeda digital – “estamos prontos para desempenhar um papel de liderança”.

Corrida pelas CBDCs

A nova postura do DNB representa uma virada em relação ao seu último posicionamento sobre a tecnologia das criptomoedas. Como o CriptoFácil relatou, o DNB afirmou em 2018 que a tecnologia blockchain “não tem estrutura para as necessidades bancárias”.

Outros bancos centrais ao redor do mundo, incluindo o Banco Popular da China, estão colocando seu peso por trás desses projetos. Como também relatou o CriptoFácil, a China começará os testes da sua criptomoeda em quatro cidades e também no pagamento a funcionários do governo.

Além disso, uma recente mudança de direção da Associação Libra – que supervisiona o desenvolvimento da stablecoin apoiada pelo Facebook – levou ao lançamento de um novo whitepaper no qual a Libra anuncia que dará suporte a criptomoedas emitidas por bancos centrais.

Leia também: Banco da Inglaterra destaca que empresas privadas podem auxiliar na emissão de CBDC

Leia também: Moeda digital da China será testada em pagamentos de funcionários do governo

Leia também: Exchanges brasileiras ganham CNAE próprio; Entenda o que muda

Forex Crypto News: Cripto Facil