Apple e Tesla divulgam relatórios e quebram recordes em lucro

Apple e Tesla divulgam relatórios e quebram recordes em lucro

As grandes empresas dos Estados Unidos começaram a divulgar seus resultados trimestrais na quarta-feira (27). E os grandes destaques do mercado ficaram com a Apple e a Tesla.

Duas das ações mais badaladas dos últimos anos, as empresas trouxeram dados otimistas. Enquanto a Tesla teve seu primeiro lucro anual da história, a Apple quebrou recorde de lucratividade.

Apple registra US$ 100 bilhões de lucro pela primeira vez

A Apple divulgou seus números trimestrais. E praticamente todos eles superaram as estimativas do mercado.

O primeiro destaque vai para os iPads. A Apple registrou uma receita de US$ 8,44 bilhões neste segmento, um aumento de 41,1%. O mercado estimava uma receita de US$ 7,44 bilhões.

As receitas de “vestíveis” (Apple Watch) e acessórios residenciais foram de US$ 12,97 bilhões, alta de 29,6%. O mercado estimava uma receita de US$ 11,91.

Já os iPhones, atual carro-chefe da empresa, geraram US$ 65,6 bilhões em receita, alta de 17,2%. O mercado, por sua vez, estimava receita de US$ 59 bilhões.

Até as vendas de Macs tiveram alta, atingindo US$ 8,67 bilhões, 21,16% a mais que o mesmo período de 2019. O número foi levemente abaixo da estimativa do mercado, que esperava US$ 8,68 bilhões.

No entanto, o grande destaque foi a receita total. A Apple registrou receita de US$ 111,4 bilhões no trimestre.

Esta é a primeira vez que a gigante de tecnologia atinge a marca de US$ 100 bilhões em receita. A alta foi de 21% em relação ao mesmo período de 2019 e acima do que o mercado estimava (US$ 102,6 bilhões).

Mesmo com dados positivos, as ações da empresa caíram 1,1% na quarta-feira, fechando o pregão a US$ 142,06. Já os futuros desta quinta-feira (28) abriram em queda de 2,44%, a US$ 138,60.

Futuros da Apple abrem em forte baixa
Futuros da Apple abrem em forte baixa. Fonte: TradingView.

Tesa registra primeiro lucro anual

A fabricante de veículos elétricos Tesla também divulgou seus resultados. E pela primeira vez na história a empresa reportou lucro anual.

No resultado trimestral, o lucro líquido foi de US$ 270 milhões, alta de 157% ante o mesmo período de 2019. O valor foi abaixo do montante de R$ 331 milhões registrado no trimestre anterior.

A receita com a venda de carros também aumentou. Foram US$ 10,7 bilhões, entre outubro e dezembro, aumento de 45,5% em relação ao mesmo período de 2019.

Já no ano de 2020, a Tesla registrou lucro de US$ 721 milhões. Com isso, a empresa reverteu um prejuízo de US$ 862 milhões registrado em 2019 e registrou seu primeiro lucro anual da história.

Contudo, o lucro veio abaixo das estimativas do mercado. De acordo com a agência FactSet, o lucro projetado para a Tesla era de US$ 1,3 bilhão em 2020. 

As ações da companhia fecharam o pregão da quarta-feira em queda de 2,14, cotadas a US$ 864,16. Já os futuros desta quinta-feira indicam forte queda de 4,63%, a US$ 824,16.

Tesla abre pregão de futuros em forte queda
Tesla abre pregão de futuros em forte queda. Fonte: TradingView.

Leia também: Gestor mostra 10 criptomoedas escolhidas para seu portfólio

Leia também: Empresário diz que fenômeno da GameStop é positivo para o Bitcoin

Leia também: Forbes mostra como ETFs de Bitcoin podem ajudar mercado de criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil