Apesar dos riscos é possível ganhar com o Bitcoin no Brasil, dizem especialistas

Apesar dos riscos é possível ganhar com o Bitcoin no Brasil, dizem especialistas

Instabilidade e golpes são os principais riscos envolvidos com o investimento em Bitcoin. Apesar disso, especialistas estão confiantes de que é possível ganhar com a criptomoeda no Brasil.

Em uma matéria publicada nesta segunda-feira, 13, pelo portal de notícias da UOL, diversas lideranças da comunidade de criptomoedas comentaram sobre os principais riscos do Bitcoin e como superá-los para ganhar com o ativo, um dos que mais se valorizaram no mundo em 2019, saltando de US$ 3.729 para US$ 7.300.

Por conta da instabilidade, que segundo consultores de investimentos é o principal risco da criptomoeda, o Bitcoin deve ter um percentual limitado em uma carteira de investimentos. Para o diretor jurídico e de compliance da gestora de recursos Hashdex, Bruno Ramos de Sousa, esse percentual deve estar entre 1% a 5%. Ainda assim, é preciso ter cuidado com os ataques cibernéticos e golpes de falsos investimentos em Bitcoin que prometem lucros extraordinários e enriquecimento rápido.

A professora do Insper e membro-fundadora da Oxford Blockchain Foundation, Tatiana Revoredo, destacou que o risco de golpe é enorme.

“Em grande parte das vezes – para não dizer em 100% dos casos – essas ofertas não passam de iscas para as famosas pirâmides financeiras”, prática proibida no Brasil.

Outra questão relevante apontada pelos especialistas é a falta de uma regulamentação para criptomoedas no Brasil. Os órgãos reguladores ainda estão em processo de discussão no Congresso sobre as regras para criptomoedas na país. Conforme explicou Revoredo, o mercado brasileiro ainda opera de forma não regulamentada, o que demanda ainda mais cautela dos investidores.

“(…) você deve agir com extrema cautela, buscando, por exemplo, corretoras que possuam pelo menos boa reputação, tempo de mercado e transparência”, enfatizou Revoredo.

Há algumas maneiras para investir em criptomoedas: comprando de uma exchange, comprando de outra pessoa ou contratando uma gestão profissional. Mas Revoredo comentou que, se o investidor não entende muito bem o funcionamento da venda de pessoa para pessoa, é aconselhável que ele realize suas primeiras compras em uma exchange que, segundo ela, aproxima compradores de vendedores de modo seguro.

Caso opte por usar uma corretora, é importante checar se é uma exchange confiável e verificar se há reclamações de clientes no Reclame Aqui, por exemplo.

“São coisas simples, mas importantes para garantir a segurança do comprador”, disse o presidente e fundador da Foxbit, João Canhada.

Leia também:Como ganhar dinheiro com Bitcoin?

Leia também:Queda no preço do Bitcoin prejudica rendimento de golpistas durante pandemia, afirma Chainalysis

Leia também: Exchange venezuelana lança serviço que processa transações de criptomoedas por SMS

Forex Crypto News: Cripto Facil