Aliança Portuguesa de Blockchain se une a empresa de certificação para oferecer formação em blockchain

Aliança Portuguesa de Blockchain se une a empresa de certificação para oferecer formação em blockchain

Em parceria com a empresa portuguesa de formação e certificação técnica Rumos, a Aliança Portuguesa de Blockchain vai oferecer um programa especializado e certificado na tecnologia de blockchain.

De acordo com o anúncio da parceria, as organização vão desenvolver conteúdos programáticos e certificações para os vários estágios de conhecimento dos profissionais nesta área. 

Os interessados em participar da capacitação, podem ainda candidatar-se a um exame final de certificação que irá garantir a validação de seus conhecimentos sobre a tecnologia blockchain.

“As certificações darão às empresas uma garantia da competência do atual ou potencial do colaborador em blockchain, e demonstram o grau de compromisso deste profissional com a procura da excelência na sua profissão”, diz o anúncio.

A capacitação oferecerá três níveis: o fundamental, que abordará os conceitos iniciais relacionados ao funcionamento da tecnologia blockchain; o nível avançado, que contará com três cursos de especialização dirigidos a três diferentes públicos: profissionais de Gestão, de Tecnologia e de Direito; e, ainda, um nível expert, com assuntos avançados sobre a tecnologia.

O diretor da Rumos, Jorge Lopes ressaltou que a atualidade dos conteúdos é uma constante preocupação na oferta formativa da empresa que busca responder às necessidades reais e atuais dos profissionais de TI. 

“Sendo a Blockchain um dos mais importantes desenvolvimentos na última década, os interessados têm agora na Rumos a oportunidade de dar os primeiros passos no que diz respeito a todo o potencial que a blockchain tem para oferecer, ou especializar-se com a garantia da certificação por uma das principais e mais reconhecidas entidades a atuar nesta área em Portugal, a Aliança Portuguesa de Blockchain.”

Já o presidente da Aliança Portuguesa de Blockchain, Rui Serapicos, ressaltou que o objetivo da parceria é preparar todos os intervenientes da economia portuguesa para a revolução que a tecnologia blockchain irá promover. 

“Esperamos, com isto, ajudar no desenvolvimento de um ecossistema que reúne empresas, academia e entidades governamentais de forma a dotar o sistema empresarial português de conhecimentos sólidos em Blockchain.”

Leia também: Governo Federal realiza pregão para contratar plataforma blockchain para Imprensa Nacional

Leia também: CPFL e UFSC explorarão tecnologia blockchain no setor de energia elétrica

Leia também: Mais de 70 bancos na China já adotam a tecnologia blockchain

Forex Crypto News: Cripto Facil