Ajuste de dificuldade do Bitcoin permanece estável pela primeira vez em 10 anos

Ajuste de dificuldade do Bitcoin permanece estável pela primeira vez em 10 anos

O mês de julho começou com um novo ajuste de dificuldade na rede do Bitcoin. A dificuldade atual ficou em 15,7842 trilhões. Embora tenha sido uma queda em relação ao ajusta de 17 de junho (15,7847 trilhões), a redução foi de ínfimos 0,0033%.

Com isso, a dificuldade permaneceu praticamente estável, algo que não acontecia na rede há 10 anos. Isso ocorreu após uma forte alta de 14,95% registrada no ajuste anterior, segundo dados do site BTC.com.

Btc

A estabilidade é rara na rede, visto que sempre tem novos mineradores entrando ou saindo. Um ajuste zero significa que nenhum hashrate foi adicionado, retirado ou compensado pela rede.

Historicamente, a dificuldade permaneceu estável no nível inicial de 1 por um ano depois da mineração do bloco de gênese. No início de 2010, o hashrate começou a aumentar. A última vez que a medida registrou uma variação de 0% foi em março de 2010.

Desde então, houveram apenas oito casos em que o ajuste de dificuldade ficou abaixo de 0,1%, tanto negativa quanto positiva. Além disso, este também foi o menor percentual de ajuste em toda a história do Bitcoin.

Hashrate e preço seguem estabilidade

O hashrate da rede do Bitcoin se recuperado amplamente da queda profunda após o halving ocorrido em maio. No entanto, ele ainda não superou o recorde histórico registrado no início de maio, quando chegou a 16,1 trilhões.

A estabilidade da rede ocorre em um momento de volatilidade extremamente baixa no preço do Bitcoin. Atualmente, o criptoativo permanece na faixa entre US$ 9.000,00 e US$ 9.500,00 – R$ 49.000,00 e R$ 50.000,00, respectivamente.

O último ajuste de dificuldade também ocorre em meio a notícias recentes de problemas de remessa em relação aos equipamentos mais recentes dos principais fabricantes de mineradoras.

Uma disputa interna de poder entre os dois co-fundadores da Bitmain, a maior mineradora de Bitcoin do mundo, afetou a logística da empresa e sua cadeia de fornecimento de chips de mineração. Alguns clientes indicaram que estavam hesitantes em comprar mineradoras da Bitmain antes que a situação se resolvesse.

O próximo ajuste, previsto para 14 de julho, estima uma alta de 1,04% na dificuldade de mineração da rede.

taxa de hash

Leia também: Senador dos EUA defende que Bitcoin deve ser superado pelo dólar digital

Leia também: Bitcoin foi menos impactado por coronavírus do que grandes bolsas, afirma especialista

Leia também: Bitcoin lidera no Brasil como melhor investimento do primeiro semestre

Forex Crypto News: Cripto Facil