A Blockchain é segura?

A Blockchain é segura?

Essa é uma pergunta que recebo de muitas pessoas, especialmente das pessoas que querem começar a investir nos criptoativos.

A verdade é que o Bitcoin e sua tecnologia são tão seguros que dificilmente alguém conseguirá hackear em algum momento. Na realidade, a própria tecnologia de todo sistema no qual o Bitcoin está baseado é que o faz tão seguro.

A tecnologia que estamos falando é a Blockchain, cadeia de blocos em português. Ele mantém o registro de todas as transações de Bitcoins que existiram e existirão de forma pública e qualquer pessoa pode acessar essas informações. Logicamente, você não saberá o nome dos envolvidos nas transações, pois são substituídos com números, que chamamos de chaves públicas.

Essa tecnologia foi criada para evitar o que chamamos de gasto duplo. Por exemplo, se você manda uma foto sua que está armazenada no seu computador para um amigo seu, você vai perceber que este arquivo acabou de ser “duplicado”, porque agora ele está na posse do seu amigo e continua com você. A blockchain evita que isso aconteça com os Bitcoins, ligando um bloco de informações ao outro. Ou seja, cada bloco é vinculado às informações contidas no anterior. Isso é significativo, pois um hacker nunca conseguirá duplicar ou criar Bitcoins, já que a tecnologia não permite que isso aconteça.

Em 11 anos de funcionamento, a Blockchain nunca ficou fora do ar e nunca foi hackeado. E não foi por falta de tentativas. Estima-se que uma pessoa levaria 10 anos para hackear uma única carteira de Bitcoin e, como existem inúmeras, não é nada garantido que ele achará alguma coisa dentro dela.

Por que então vemos algumas corretoras sendo hackeadas e perdendo seus Bitcoins? Porque as corretoras utilizam sistemas automatizados para saque dos seus clientes. E nesses sistemas um hacker pode achar uma brecha para invadi-lo. Outro motivo para isso acontecer é a falta de cuidado ao guardarem as chaves privadas.

Conto um exemplo cômico – e muito triste – de um amigo meu que perdeu 300 Bitcoins sendo hackeado.

Minha sugestão, e essa é uma dica que vale ouro, é que ao comprar seus Bitcoins em uma corretora, você os guarde em uma carteira e não os deixe na própria corretora.

A invasão de um hacker na sua carteira é quase impossível.

Leia também: Vitalik Buterin afirma que blockchain vai desencorajar criação de monopólios

Leia também: Cartório na Paraíba usa blockchain para reconhecimento de firma

Leia também: Covid-19 pode viabilizar pagamentos via blockchain no Brasil

Forex Crypto News: Cripto Facil