4 Formas de utilizar o Bitcoin

4 Formas de utilizar o Bitcoin

Quando a gente fala de Bitcoin, recebo algumas perguntas:

Devo investir em Bitcoin?

Devo comprar?

Bitcoin é investimento?

Como investir em Bitcoin?

Nesse vídeo apresento 4 usos para o Bitcoin e você vai poder decidir qual desses usos mais se encaixa no seu perfil.

Primeiro Uso: Bitcoin como Reserva de Valor Uma característica que a reserva de valor tem é a ESCASSEZ.

O principal exemplo disso é o ouro e assim como ele, o Bitcoin é escasso que, de forma resumida, significa algo que é raro, finito e de difícil acesso. O ouro é uma reserva de valor porque ele é precioso e pode ser vendido e comprado em todos os lugares do mundo.

O Bitcoin também é escasso – e o halving o tornará ainda mais – e pode ser vendido e comprado em qualquer lugar do mundo, o que o torna uma reserva de valor. Além disso, uma reserva de valor serve para garantir a segurança do seu dinheiro caso alguma catástrofe aconteça no setor monetário de algum país, por exemplo. Além disso, ele ainda impede a desvalorização do seu dinheiro, mantendo-se relativamente constante ao longo do tempo.

Segundo Uso: Bitcoin como Especulação Como a variação do valor do Bitcoins tem sido grande, existe a possibilidade de especular investindo no ativo. Nesse caso, o BTC não é reserva de valor, mas um investimento a curto prazo que possibilita que o investidor compre e venda quando o valor chega a um determinado valor que gere lucro para ele.

Terceiro Uso: Bitcoin como Diversificação de Investimentos Suponha que alguém use a estratégia Barbell (nome dado pelo financista Nassil Taleb) para diversificar seus investimentos. Nessa carteira, 20% dela será concentrada em ativos de alto risco e 80% em ativos de extrema segurança. O BTC se encaixa no lado de alto risco caso o investidor considere a especulação, mas também pode se encaixar no lado de menor risco caso o investidor considere o BTC uma reserva de valor. Essas decisões dependem do perfil do investidor.

Quarto Uso: Bitcoin como Moeda (dinheiro) Imagine que você vá para um restaurante e use um cartão carregado de Bitcoins para fazer o pagamento. Nesse caso, a empresa fornecedora do cartão debita do cartão um valor proporcional segundo a cotação do BTC naquele momento. Todas essas formas de uso dependem de como você quer lidar com o BTC.

Mas sempre tenha uma coisa em mente, estamos passando pela (r)evolução do dinheiro.

Você não vai ficar de fora, né?! E aí, gostou? Comenta aqui embaixo qual é a melhor forma pra você!

Leia também: Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” afirma que BTC passará dos R$400.00 em 3 anos

Leia também: Exchange lança primeiros contratos futuros para mineração do BTC

Leia também: Trader afirma que não é tarde para comprar BTC e dá dicas sobre o mercado

Forex Crypto News: Cripto Facil